Tristeza sem fim: cidade do Rio não terá carnaval de rua em 2021

Por conta da pandemia, o Rio não terá carnaval de rua em 2021. A decisão foi tomada e oficializada nesta quinta (29), num encontro virtual que reuniu a presidente da Sebastiana (Associação Independente dos Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro), Rita Fernandes; Marília Santini, médica infectologista da Fiocruz; Roberto Medronho, professor de epidemiologia da Faculdade de Medicina da UFRJ; e Andrea Amin, coordenadora do Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública do Ministério Público do Rio (GAESP).

Meteorologia: Rio pode ter fim de semana de chuvas volumosas

“Os especialistas da UFRJ e da Fiocruz disseram que até junho não deve haver imunização da população. Sem essa certeza não dá para fazer o carnaval de rua, e depois de julho se torna inviável para nós”, disse Rita a VEJA RIO. “Fechamos então na decisão de que não faremos carnaval de rua em 2021”. A presidente da Sebastiana contou que busca outras alternativas para realizar a festa – lives e shows transmitidos pelas redes sociais são algumas das possibilidades pensadas até agora.

Excluídos de oferta de Halloween do Burger King, vegetarianos se revoltam

A associação também propôs ao Ministério Público que seja feita campanha de conscientização sobre os riscos que o carnaval de rua pode significar para a saúde pública. A preocupação é com os blocos independentes, que se reúnem e aglomeram de forma espontânea, e não são filiados à Sebastiana.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade