A corporação cumpre mandados de prisão contra traficantes no complexo de favelas do Muquiço, em Guadalupe.

Viaturas da corporação circulavam nas ruas da comunidade do Muquiço, em Guadalupe — Foto: Reprodução/TV Globo
Viaturas da corporação circulavam nas ruas da comunidade do Muquiço, em Guadalupe — Foto: Reprodução/TV Globo

Uma operação integrada da Polícia Civil busca cumprir mandados de prisão contra traficantes do complexo de favelas do Muquiço, em Guadalupe, na Zona Norte do Rio.

A ação é de agentes da 30ª DP (Marechal Hermes) e do 9º BPM (Rocha Miranda). Desde as primeiras horas da manhã, um helicóptero da corporação também auxiliava com monitoramento aéreo a entrada dos agentes no entorno das favelas do Muquiço e Triângulo.

Um dos mandados de prisão é cumprido dentro de um presídio, contra Nei da Conceição Cruz, conhecido como Nei Facão. O traficante está preso há 15 anos e, segundo a corporação, participava dos esquemas do tráfico de drogas de dentro da cadeia.

Os outros mandados, já dentro das comunidades, são contra José Rodrigo Gonçalves Silva, vulgo Sabão, chefe do tráfico de drogas em Senador Camará, e Bruno da Silva Gouveia, conhecido como Coronel, que chefia o tráfico na favela do Muquiço.

A ação foi desencadeada após trabalho de inteligência com uso de drones para monitoramento aéreo, além de interceptação de ligações telefônicas feitas por agentes da Polícia Militar, que levou à atuação conjunta entre as duas polícias na comunidade.

Próximo aos agentes, que rondavam a favela por volta das 7h, imagens do Globocop mostraram uma ponte que dá acesso à comunidade destruída. Segundo denúncias, o traficante Coronel, um dos alvos da ação desta sexta (20), ordenou a demolição da passagem para evitar entrada de forças policiais.

Para conseguirem chegar ao local, moradores foram flagrados utilizando uma tubulação como ponte. A prefeitura nega qualquer obra de demolição da estrutura.

Ponte que dava acesso à comunidade foi destruída por ordem do tráfico, segundo denúncias — Foto: Reprodução/TV Globo
Ponte que dava acesso à comunidade foi destruída por ordem do tráfico, segundo denúncias — Foto: Reprodução/TV Globo
Moradores utilizam tubulação como ponte após destruição da estrutura  — Foto: Reprodução/TV Globo
Moradores utilizam tubulação como ponte após destruição da estrutura — Foto: Reprodução/TV Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui