PM apontado como ‘sócio’ de Fernandinho Guarabu se entrega

0
52

Investigação da Corregedoria da Secretaria de Polícia Militar indicou que o sargento Khaled Hable agia como ‘atravessador’ na venda de gás comercializado na Ilha do Governador.

Khaled Hable se entregou à polícia — Foto: Divulgação
Khaled Hable se entregou à polícia — Foto: Divulgação

O sargento da Polícia Militar Khaled Hable se apresentou na manhã desta segunda-feira (5) na 2ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM), em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Hable era considerado foragido da Justiça e foi denunciado pelo Ministério Público estadual por, supostamente, ser sócio do traficante Fernandinho Guarabu, morto no fim do mês passado em operação na Ilha do Governador. O policial era lotado no Comando de Policiamento Ambiental (CPam) da Polícia Militar.

A investigação da Corregedoria da Secretaria de Polícia Militar apurou que Hable, também conhecido como Árabe, era uma espécie de atravessador do gás vendido na Ilha.

Ainda de acordo com a investigação, ele superfaturava as vendas, chegando a ganhar por botijão R$ 22. Depósitos legalizados e ilegais eram obrigados a comprar com Hable.

O gás vendido por Hable chegou a custar R$ 87 o botijão. A Corregedoria também descobriu que o suspeito pagava cerca de R$ 80 mil a criminosos da Ilha para que pontos de venda de gás dominados por ele não fossem roubados.

Funcionava como uma espécie de salvo conduto para a atividade ilegal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui